fbpx
loader image

Aprender a Aprender – Conclusão

Compartilhar

Aprender a Aprender – Conclusão

Diretora Geral Maria Cristina Alves

Vivemos em um tempo que os pesquisadores têm chamado de “Idade Mídia”: algo simultaneamente espetacular e assustador. Uma sociedade ciberculturalizada baseada em relações rizomáticas e profusões de processos digitais, regidos por um modus operandi que mais parece a lógica insólita de uma pequena criança com controle remoto na mão: zappeando e alternando estímulos, sempre em busca de entretenimento, de novidade e, claro, sempre em busca de fragmentos que permitam a “para-sempre” inacabada edificação de sua identidade.

Por isso, mais do que nunca o “Aprender a Aprender” seja tão importante de ser abordado.
Falamos nessa série sobre o uso das Metodologias Ativas da Aprendizagem.

A transformação do ensino obtida com essas metodologias se dá, principalmente, por conta da mudança no protagonismo em sala de aula. Com abordagens inovadoras e diferentes, o aluno se coloca em uma posição mais ativa, sendo ele mesmo o condutor de seu próprio conhecimento (em conjunto, é claro, com seus colegas de classe).

Interessante, não é mesmo? Mas, afinal, quais são os benefícios de aplicar tais estratégias no dia a dia escolar? Entre muitos outros, podemos citar como mais importantes o protagonismo do aluno, melhora do engajamento e motivação, maior desenvolvimento da autonomia, fortalecimento da autoestima e autoconfiança.

O aluno precisa ser levado a ter interesse e motivação e perceber que é possível aprender a aprender, ou seja, buscar novos conhecimentos, aquilo que não sabia e compreender melhor o que já sabia por experiência.

Ainda falaremos muito sobre aprender a aprender e a como ir mais além! Aguardem!

#aprendendoaaprender
#readytogobeyond
#saudadesAlfaCEM

Mais para explorar